BAIXE NOSSOS APLICATIVOS

SIGA A ESTUDIO 1 FM:

BAIXE NOSSOS APLICATIVOS

FALE COM A ESTÚDIO

(16) 99372-8249

(16) 3706-3232

As 10 melhores músicas sertanejas para tocar em barzinhos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você que quer começar ou que já toca na noite e está pensando em montar um repertório de músicas sertanejas para tocar em barzinhos, saiba que veio ao lugar certo! Estamos falando de um gênero musical centenário, um dos mais populares estilos da música brasileira. Portanto, opções de música boa não faltam!

E foi pensando nisso que preparamos uma seleção especial de músicas sertanejas para tocar em barzinhos no violão. Faça chuva ou faça sol, com certeza as canções aqui escolhidas irão empolgar a galera e fazer com que todos cantem com você!

Este repertório de músicas sertanejas para tocar em barzinhos foi feito pensando nas mais variadas fases do estilo. Foram selecionadas tanto canções antigas quanto os mais recentes sucessos do ritmo! Vamos lá?

O Menino da Porteira — Sérgio Reis
É claro que não poderíamos começar a lista sem indicar um dos maiores hits sertanejos de todos os tempos: O Menino da Porteira. A estrutura da música é composta por apenas três acordes bem simples: E, A e D.

Porém, o solo, que aparece tanto na introdução quanto entre os versos da música, é a parte do arranjo que requer uma atenção especial. Para executá-lo, primeiro, estude e decore todas as posições dos dedos, já que cada frase do arranjo é sempre tocada por mais de uma nota ao mesmo tempo.

A palhetada durante o solo é sempre para baixo, o que faz parecer ainda mais o timbre de uma legítima viola caipira. Abaixo, uma videoaula que ensina a tocar a música de maneira completa:

Ainda Ontem Chorei de Saudade — João Mineiro & Marciano
Clássico da dupla mineira, Ainda Ontem Chorei de Saudade é uma excelente pedida para compor o seu repertório sertanejo.

A música possui acordes fáceis de serem tocados, mas é preciso se atentar à levada no violão. A dica é utilizar o polegar para deslizar sobre as cordas do instrumento e criar um efeito de um som mais arrastado durante a música.

O Cifra Club já disponibilizou uma aula explicando o passo a passo de como tocar este clássico. Confira logo abaixo:

Evidências — Chitãozinho & Xororó
Todo mundo, em algum momento da vida, já colocou a mão no peito e cantou a plenos pulmões o refrão deste hino do sertanejo. Por isso, Evidências é a música certa para levar o seu público ao delírio, indispensável no repertório de músicas sertanejas para tocar em barzinhos.

Porém, para pegar essa canção, é preciso se ligar no tempo de mudança dos acordes. Alguns possuem uma duração muito curta, como no verso a seguir. Experimente tocar somente uma vez para baixo em cada acorde do verso, assim a harmonia ficará sempre no tempo certo.

Boate Azul — Bruno & Marrone
Saber o clássico Boate Azul é quase que uma obrigação para quem toca sertanejo no violão.

O solo inicial da música certamente é o grande charme dessa canção: ele se divide em quatros partes e possui poucas notas que se repetem por todo o arranjo. É bem fácil de executar.

Os acordes que compõem a canção são bem simples. Um ótimo treino para quem está começando a estudar violão! No entanto, se atente ao tempo de duração de alguns desses acordes. Geralmente, os dois shapes que fecham a maioria dos versos dividem o tempo.

Como Um Anjo — César Menotti & Fabiano
A grande dica para tocar Como um Anjo é notar que o acorde C9 entra apenas no quarto tempo do compasso. Os shapes e a levada da música são bem simples de executar. Basta escutar a canção e entender o tempo em que acontecem as trocas.

Porém, é necessário focar em dois acordes da canção: D#º e F9. A dica para tocá-los é aprender suas formas nas casas dez e oito, respectivamente. Assim, ficará mais fácil realizar as passagens por essa parte da harmonia.

Se Eu Pedir, Cê Volta — Jorge & Mateus
Sucesso incontestável de Jorge & Mateus, Se Eu Pedir, Cê Volta tem apenas sete acordes, que, no geral, são bem fáceis de tocar.

É importante se atentar ao gigantesco DM7(9)/F#. Em um primeiro momento, ele pode parecer difícil de ser executado, mas é preciso apenas de três dedos para realizar sua montagem.

O solo inicial da música também possui poucas notas e é uma ótima pedida para iniciar os estudos de algumas técnicas de violão, como o slide. Abaixo, você confere a videoaula completa deste hit:

Borboletas — Victor & Leo
O seu repertório de músicas sertanejas para tocar em barzinhos não poderia ficar sem Borboletas.

Os acordes e a levada da canção são bem simples. Contudo, preste atenção no acorde final, o que fecha o verso antes do refrão, que é tocado de maneira mais marcada. Assim, é possível dar a impressão de que a música está “criando uma força” para chegar com tudo no refrão.

O clássico solo desta canção é também bem simples de ser executado. São apenas algumas notas que se repetem através de cinco padrões de fraseados, que não requerem uma técnica avançada. O arranjo do solo finaliza com os acordes G, A e Bm.

Ciumeira — Marília Mendonça
A música Ciumeira, da Marília Mendonça, é perfeita para treinar uma das batidas mais utilizadas no sertanejo atual. Repare que o ritmo da canção é feito a partir da técnica de tocar corda por corda com um movimento para baixo, o que dá a sensação de uma levada mais arrastada.

Esse movimento acontece na segunda parte da batida (a primeira é apenas um toque para baixo normal). Logo depois, é seguida por cinco batidas normais, mas de forma alternada, nas cordas do violão.

Dar uma Namorada — Israel & Rodolffo
Hit da dupla Israel & Rodolffo, Dar uma Namorada, tem um grande diferencial: a mudança na batida durante a música.

Na parte inicial, temos uma levada mais constante e cheia, quase como se fosse uma balada romântica, só que um pouco mais rápida. Mas, a partir do refrão, a batida muda, passando a soar mais quebrada. Isso faz com que a canção tenha swing e fique dançante.

Esse efeito acontece através do abafamento das cordas em alguns momentos. Para conseguir realizar essa técnica, toque com a palma da mão sobre as cordas do violão entre as batidas da levada.

Bloqueado — Gusttavo Lima
Hit do cantor Gusttavo Lima, Bloqueado originalmente é tocado com capotraste posicionado na segunda casa do braço do violão. Mas, caso você ainda não tenha esse equipamento, não se preocupe: basta manter os acordes cifrados em suas posições originais. A única diferença é que a música ficará um tom abaixo do original.

Os acordes da música são todos fáceis e tranquilos de tocar. Para deixar a execução ainda mais completa, tente pegar o riff de abertura e o solo do meio da canção, que não são tão complicados. Ambos exigem domínio da técnica de Pull Off. É só se dedicar e praticar um pouco!

Compartilhe o repertório de músicas sertanejas para barzinhos
E aí, deu para tirar algumas ideias de músicas para colocar no seu repertório de músicas sertaneja para barzinhos? Nós esperamos que sim! Por isso, pedimos também para que você compartilhe este artigo com todos os seus amigos de sertanejo e de violão. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.